Páginas

Pesquisar este blog


30/08/21

Empate com sabores distintos

Pode ser uma imagem de 3 pessoas e ao ar livre

(Foto: Fernando Alves/E.C Juventude)

O filme se repetiu para o torcedor do São Paulo, dessa vez no Brasileirão. Melhor para o Juventude. Com um gol de Ricardo Bueno nos acréscimos, o time de Caxias do Sul arrancou um empate por 1 a 1 neste domingo, no estádio Alfredo Jaconi, pela 18ª rodada da competição. O Tricolor, que no meio de semana já tinha vacilado diante do Fortaleza, na Copa do Brasil, ao ceder a igualdade após abrir 2 a 0, voltou a ter um apagão em campo. Reinaldo tinha aberto o placar de pênalti, depois de amplo domínio paulista no segundo tempo. O resultado, no fim, foi ruim para ambos em termos de tabela. Mas mais para o Tricolor, que esteve bem perto da vitória.
Como fica?
O empate não muda a situação de Juventude e São Paulo na tabela. O time gaúcho segue na 13ª colocação, agora com 21 pontos, e a equipe paulista, em 12º, agora tem 22.
Central do Apito
Para o comentarista de arbitragem Salvio Spinola Fagundes Filho, “o VAR atuou errado” ao chamar o árbitro para checar impedimento no vídeo. Para ele, se a posição irregular no começo da jogada que originou o pênalti para o São Paulo existiu, o juiz só deveria ter sido informado. Depois, no lance da penalidade que foi marcada para o São Paulo, em cima de Igor Gomes, Salvio disse não ter visto falta nas imagens que teve acesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário