Páginas

Pesquisar este blog


09/08/21

Rapaz agride policial militar durante ocorrência, é detido e, de dentro de compartimento, quebra vidro da viatura

Envolvido estava algemado no espaço separado para presos do veículo oficial e deu cabeçadas no vidro, que acabou estilhaçado. Caso foi no Parque Primavera, em Presidente Prudente.
Por G1 Presidente Prudente
Um rapaz de 18 anos deve responder pelos crimes de dano qualificado, lesão corporal, ameaça e resistência após uma confusão no Parque Primavera, em Presidente Prudente, neste sábado (7). Durante a ocorrência, o homem agrediu e ameaçou um policial militar e danificou uma viatura da corporação.
A Polícia Militar foi acionada devido a uma denúncia de perturbação do sossego relacionada a um estabelecimento comercial do tipo bar. No local, os agentes constataram mais de 20 pessoas e solicitaram o apoio de outras viaturas.
Em um determinado momento, de acordo com o Boletim de Ocorrência, um rapaz partiu em direção a um militar, desferindo socos e chutes. Um dos socos atingiu a cabeça do policial. O indivíduo foi contido com uso de força física e algemas.
Ainda de acordo com o registro, depois de algemado, o rapaz foi colocado no compartimento de presos da viatura da Polícia Militar, ocasião em que passou a desferir cabeçadas no vidro traseiro do veículo, que acabou estilhaçado.
Além disso, conforme o boletim de ocorrência, o rapaz teria proferido ameaças ao policial ao dizer “Eu vou te pegar na rua (sic)”.
O preso foi conduzido a uma unidade de saúde para sutura das lesões que apresentava.
Na Delegacia da Polícia Civil, interrogado a respeito dos fatos, o rapaz alegou que os agentes localizaram um “baseado” consigo e que “foi ai que começou a bola de neve”. Segundo a versão do indiciado, o policial foi em sua direção, e ele também foi na direção do agente e que ambos saíram brigando.
Ao ser colocado no compartimento de presos da viatura, o indivíduo admitiu ter desferido cabeçadas no vidro, quebrando-o. Sobre as ameaças, ele alegou que apenas disse “pode bater, nós se tromba por aí (sic)”.
Foi requisitado médico legista, que atestou as lesões corporais de natureza leve sofridas pelo policial militar.
Também foi requisitado o exame pericial no veículo oficial.
Em razão do “comportamento agressivo e irresignado com a abordagem policial, provavelmente pela ingestão de bebidas alcoólicas”, ofensa à integridade física do policial militar no exercício de suas funções, ameaças e danos à viatura oficial, que é patrimônio do Estado, o rapaz recebeu voz de prisão em flagrante.
Após apresentação em audiência de custódia, o envolvido foi colocado em liberdade provisória com medidas cautelares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário