Páginas

Pesquisar este blog


04/09/21

Ansiedade existencial: o que é e como lidar

Ansiedade existencial, também chamada de crise existencial, pode acometer muitas pessoas e nem sempre é reconhecida. Assim como qualquer outro fator que comprometa a saúde, esse também requer atenção e precisa de cuidados especiais, recomendam os especialistas.

De acordo com a educadora em saúde mental Tanya J. Peterson, ansiedade existencial é a luta para compreender a si mesmo, a vida em geral e o que se deseja dela. Pode causar sentimentos de descontentamento, angústia, mal-estar, desmotivação e dificuldade em tomar decisões. As informações são do “Yahoo Life”.

Especialistas sobre o assunto listaram as melhores formas de lidar com isso; confira a seguir:

Autocuidado

Cuidar da saúde emocional é imprescindível, independente de transtornos psicológicos. Existem diversas maneiras de fazer isso e, para quem sofre de crise existencial, uma das indicações da psicóloga clínica Jaclyn Bauer, é a meditação e o hábito de escrever.

“A meditação é útil para acalmar a mente e focar na atenção plena. Para muitas pessoas, fazer um diário também é benéfico, porque permite escrever pensamentos e sentimentos preocupantes. É uma forma de desabafo que pode diminuir a intensidade da ansiedade existencial”, diz a especialista.

Terapia cognitivo-comportamental

terapia cognitivo-comportamental também é uma ótima opção. A técnica consiste em um tratamento psicoterapêutico que tem como objetivo identificar padrões de pensamentos, crenças e hábitos que influenciam negativamente nos comportamentos e emoções. A ideia é fazer com que o paciente saiba lidar da melhor forma com as situações e sentimentos, resultando em melhor qualidade de vida.

Distrair a mente

A rotina pode “alimentar” as crises, por isso, é importante criar formas de sair da mesmice e distrair a mente. “Mude o que está fazendo, saia, troque a música em seu carro. Se você estiver assistindo TV e perceber esses pensamentos, por exemplo, se levante e vá para um ambiente diferente. Faça leituras, limpe, chame um amigo. A distração também é importante para a mente e o corpo”, recomenda o psicólogo Bauer.

Aprenda se acalmar

Laurie Singer, terapeuta comportamental, diz que tanto para a ansiedade quanto para a ansiedade existencial, os pensamentos negativos controlam o comportamento. Ela sugere um de seus métodos para se acalmar rapidamente.

“Considere um semáforo, que tem três cores: verde, vermelho e amarelo. Quando você começar a ficar ansioso com as questões abrangentes relacionadas ao significado da vida, pense na cor vermelha e pare o que está pensando. Em seguida, pense na cor amarela e faça a escolha de mudar seus pensamentos negativos em algo positivo. Por último, pense na cor verde e respire fundo três vezes, inspirando lentamente pelo nariz e expirando pela boca”, ensina.

Procure por ajuda profissional

Como sempre, a melhor alternativa é a busca por um profissional habilitado no assunto. Embora todas as dicas anteriores possam ajudar a aliviar os sintomas, não substituem o acompanhamento com um especialista. Quanto antes procurar por esse tipo de ajuda, melhor e mais rápido pode ser seu tratamento.

“Se você não consegue controlar os pensamentos ansiosos e eles estão afetando sua vida cotidiana, consulte um terapeuta. Se tiver ataques de pânico frequentes e lutar para se firmar, este é outro sinal de que você deve falar com um profissional”, reforça Bauer.

Isto É

Nenhum comentário:

Postar um comentário