Páginas

Pesquisar este blog


06/09/21

Mulher é levada para a UPA após ser agredida pelo companheiro com golpe de garrafa na cabeça e socos


Foto: Mariana Padovan/Secom 

Suspeito foi preso em flagrante e alegou que bateu na vítima por ciúmes depois que um homem passou a mão no corpo dela enquanto estavam em um bar, em Presidente Prudente.
Por G1 Presidente Prudente

Uma mulher de 39 anos foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Guanabara, em Presidente Prudente (SP), após ser agredida pelo companheiro com um golpe de garrafa na cabeça e vários socos, na madrugada deste domingo (5).

Conforme as informações do Boletim de Ocorrência, uma equipe da Polícia Militar foi acionada para comparecer à UPA, pois uma mulher deu entrada na unidade e relatava que foi agredida pelo companheiro, que também estava no local.

Na UPA, a vítima disse aos policiais que estava em um bar, com seu companheiro, tomando cervejas. Quando chegaram em casa, o homem deu uma garrafada na cabeça da vítima e vários socos, pois ficou com ciúmes e dizia que um homem passou a mão na nádega de sua companheira e ela não fez nada, segundo a ocorrência.

A mulher ainda relatou que, após a agressão, o homem a levou no posto. Com receio, ela pediu para funcionários da unidade ligarem para a PM.

Questionado, o homem, de 30 anos, confessou aos militares a agressão e disse que a fez por ciúmes. Ele alegou ter dado a garrafada na vítima, mas negou a agressão por socos, ainda conforme o boletim.

O homem recebeu voz de prisão em flagrante e foi encaminhado para a Delegacia Participativa da Polícia Civil, onde o caso foi registrado.

Na delegacia, a vítima e o suspeito mantiveram as versões dadas aos militares. A mulher ainda solicitou que fosse concedida ordem judicial para que o homem possa manter afastamento de sua pessoa.

A vítima foi examinada por um médico legista, que constatou lesão leve.

A Polícia Civil ratificou a prisão do suspeito e arbitrou uma fiança no valor de R$ 1,5 mil. A quantia não foi paga e ele permaneceu preso para ser apresentado em audiência de custódia na Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário