Páginas

Pesquisar este blog


25/09/21

Operação Cutelo investiga crimes de furto e abate de gado em Mirante do Paranapanema

Pode ser uma imagem de texto que diz "POLEWENE POLÍCIA CIVIL POLÍCIA PAULO POLICIA ÍCIA VIL DEINTER 8 DPM MIRANTE DO PMA. PALERMO PAULO POLÍCIA CIVIL POL CI Eight Eight POLÍC Eigh Eight Eight p"

Foto: Polícia Civil

Polícia Civil registrou, de janeiro de 2021 a 19 de agosto, 25 ocorrências de furtos, das quais 13 envolveram abate de animais no local. Ação foi realizada em conjunto com a Polícia Militar.
Por g1 Presidente Prudente
A Polícia Civil, juntamente com a Polícia Militar, deflagrou nesta sexta-feira (24) uma operação conjunta denominada “Cutelo”, visando dar cumprimento a mandados de busca e apreensão domiciliar, emitidos no curso de investigação que apura crimes de furto e abate de gado (abigeato), em Mirante do Paranapanema (SP).
O delegado Juliano Antunes Martins, que preside as investigações, informou ao g1 que no período de janeiro de 2021 a 19 de agosto foram registradas 25 ocorrências de furtos, das quais 13 envolveram abate no local.
A Polícia Civil aprofundou as investigações e identificou prováveis autores dos crimes, cujos domicílios foram objetos de diligências policiais nesta sexta-feira.
No total, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão domiciliares nas áreas urbana e rural de Mirante do Paranapanema. Não foram encontrados objetos relacionados à prática delitiva de furto de gado.
Os trabalhos operacionais resultaram na condução de uma pessoa à Delegacia da Polícia Federal em Presidente Prudente (SP), para registro de prisão em flagrante pelo crime de contrabando, pois com ela foram encontradas quatro caixas de cigarros, com aproximadamente 50 pacotes cada uma, sendo que cada pacote possui dez maços, totalizando, portanto, cerca de 2 mil maços de cigarros contrabandeados.
Segundo o delegado, os trabalhos foram exitosos e a troca de informações entre as Polícias Civil e Militar consubstancia importante papel no enfrentamento e combate ao furto de gado.
“Os trabalhos de inteligência desempenhados pelas Forças Públicas de Segurança constituem passo crucial para o deslinde de boas investigações, resposta estatal adequada aos criminosos e consequente pacificação do meio social. A troca de informações entre Polícia Civil e Polícia Militar, especialmente no interior do estado, é ferramenta de suma importância para concretização do objetivo comum, qual seja, redução dos índices criminais e mais segurança à comunidade local”, afirmou o delegado.
A ação contou com apoio de aproximadamente 24 policiais civis das regiões de Presidente Venceslau (SP) e Presidente Prudente, bem como seis policiais militares. Foram utilizadas, ao todo, dez viaturas policiais na operação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário