Páginas

Pesquisar este blog


11/10/21

Homem é preso em flagrante por tentativa de homicídio após efetuar disparos e ameaçar mulher em Presidente Prudente

Nenhuma descrição de foto disponível.

Vítima informou que teve um breve relacionamento amoroso com o suspeito. Rapaz de 26 anos também vai responder por porte ilegal de arma e violência doméstica.
Por g1 Presidente Prudente
Um homem de 26 anos foi preso em flagrante neste sábado (9) por tentativa de homicídio, ameaça, porte ilegal de arma e violência doméstica, no Parque Shiraiwa, em Presidente Prudente (SP). A vítima foi uma mulher de 25 anos que teve um breve relacionamento com o suspeito.
Conforme as informações do Boletim de Ocorrência, uma equipe da Polícia Militar foi informada de que um rapaz havia efetuado dois disparos de arma de fogo. Com as características e endereço do suspeito, os policiais foram até sua residência mas não o encontraram.
Ao virar em uma rua, uma pessoa fez sinal com as mãos indicando que o suspeito estava em frente de uma casa.
Os miliares foram até local indicado e viram o suspeito. Ao notar a presença da PM, o homem derrubou uma arma no chão e levantou as mãos para o alto. A arma era um revólver de calibre 38 que estava com duas munições deflagradas e quatro íntegras. No bolso do suspeito também foi localizada mais uma munição intacta do mesmo calibre.
Questionado sobre os fatos, o homem admitiu ter procurado a vítima, com quem tinha se relacionado amorosamente, e efetuado disparos com a arma, mas não especificou se foram em direção da vítima ou não.
Quanto à arma, o rapaz afirmou que havia a adquirido para se proteger de alguns desafetos. Ele foi encaminhado para a Delegacia Participativa da Polícia Civil.
Breve relacionamento
Segundo a ocorrência, a vítima informou que se relacionou amorosamente com o suspeito por cerca de um mês, sendo que não chegou a ser um namoro, apenas passaram alguns dias juntos, e há cerca de três semanas pararam de se ver.
Desde então, o homem estava enviando mensagens para a vítima de vários números diferentes, a ameaçando de morte caso não reatasse o relacionamento, inclusive, dizendo que "pessoas do Comando Vermelho iriam lhe pegar".
A vítima informou que o suspeito esteve preso por cinco anos, sendo que não há nem um ano que ele se encontra em liberdade.
A mulher relatou que por volta das 6h30, o suspeito chegou na casa onde ela estava, em um veículo, acompanhado de um rapaz e começou a gritar pelo seu nome.
Segundo o boletim, a vítima saiu da casa e perguntou para o homem o que ele queria. O rapaz falou para a vítima: “o meu último foi um rapaz do Ana Jacinta, você acha que com você não vou fazer nada?".
O homem começou a dizer que amava a vítima, que ele não tinha terminado com ela e que eles eram como marido e mulher. Os dois passaram a discutir, pois a vítima dizia ao suspeito que não iria dar certo, que ele já havia lhe ameaçado e que não tinha condições de continuarem juntos.
Então, o homem, de dentro do carro, sacou uma arma de fogo e disse: “olha o que eu tenho pra você”. A vítima disse que saiu correndo e entrou em um corredor. Ela ouviu o homem efetuar dois disparos, mas não viu para qual direção ele apontou.
Em seguida, a vítima ouviu o suspeito dizer “que isso não vai ficar assim”. Depois disso ele foi embora.
A mulher relatou que não conhece o rapaz que acompanhava o suspeito, sendo que ele pedia para que o homem parasse e se acalmasse durante a discussão.
Após deixar o local, o suspeito telefonou para a vítima e a ameaçou.
Segundo o relato da vítima, ela acionou a PM e permaneceu na residência até ser avisada que o suspeito foi preso em flagrante.
A mulher ressaltou que não foi a primeira vez que o suspeito lhe procurou pessoalmente e lhe ameaçou, mas que apenas desta vez efetuou disparos. Ainda conforme o boletim, a mulher solicitou a concessão de medidas protetivas em seu favor.
Foi acionado perícia para o local com o objetivo de verificar a presença de vestígios dos disparos.
A Polícia Civil solicitou à Justiça a prisão preventiva do suspeito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário