Páginas

Pesquisar este blog


12/10/21

 

Grávida, Thaila Ayala revela medo dos dois tipos de parto e diz que vai tentar o normal

ANNA LUIZA SANTIAGO

 
Thaila Ayala (Foto: Reprodução)
Thaila Ayala (Foto: Reprodução)

 

À espera de Francisco, seu primeiro filho com Renato GóesThaila Ayala diz que a gestação, por mais desejada, é um caminho cheio de curvas.

- A gravidez é um desafio muito grande. O corpo e a mente se transformam. Eu estou tentando acompanhar essa mudança. A gente cresce ouvindo a romantização da gravidez, de como é lindo, transformador... É tudo isso, mas também é um processo muito individual. Então, o mais importante é acolher as mulheres grávidas e as mães, entender que esse processo não são só flores. É algo complicado. É muito para processar. Mesmo que você queira ter um filho, como é o meu caso, pode, sim, ser difícil.

Com seis meses de gravidez, a atriz conta que, apesar da vontade de ser mãe, teve uma surpresa diante do teste positivo:

- Não estava planejando para este ano. Fiquei grávida em janeiro, mas era uma gravidez ectópica e perdi. Foi um processo intenso e difícil. Então, tínhamos planejado para tentar novamente mais no fim do ano ou início do ano que vem. Então, quando vimos o resultado positivo, foi uma surpresa grande para os dois.

Thaila compartilhou recentemente nas redes sociais que está com muito medo do parto. Mas explica que tomou uma decisão:

- Eu tenho aflição de todos os partos. O fato de pensar em um bebê saindo de dentro de mim é o que me "panica". O meu medo do parto é para qualquer um dos dois, mas eu já decidi que vou tentar parto normal até o fim. Mas, se por algum motivo não der, vou fazer cesariana, sem problema algum.

Sobre os preparativos na casa recém-formada para receber o bebê, ela afirma que o casal ainda não colocou a mão na massa:

- A gente fez a obra independemente da gravidez, nem pensamos onde seria o quarto (risos). Agora a gente já sabe onde vai ser, mas ele ainda não está reformado, não está montado. Não vimos nada.

Por conta da gestação, Thaila teve que adiar alguns projetos:

- Também precisei abrir mão de um trabalho para o qual tinha recebido convite. Ainda não tinha contrato assinado, mas a negociação estava em andamento. Mas estou lançando filmes. Além de "Lamento", que chegou ao cinema há pouco, tenho outros quatro para sair. "O Garoto", "Moscow", "Distrito 666" e "Inverno", que é da minha produtora e do Renato, a Cachoeira Filmes, e no qual faço minha estreia como corroteirista também.

 

SIGA A COLUNA NAS REDES

No Twitter: @PatriciaKogut

No Instagram: @colunapatriciakogut

No Facebook: PatriciaKogutOGlobo

Nenhum comentário:

Postar um comentário