Páginas

Pesquisar este blog


19/11/21

 

Auxílio Brasil: pelo menos 8 aplicativos não oficiais já foram criados; saiba como identificar a plataforma correta

O aplicativo oficial da Caixa
O aplicativo oficial da Caixa Foto: Reprodução
Extra
Foto: Reprodução

Aplicativos falsos que usam o nome Auxílio Brasil começam a surgir na web, representando risco para os cidadãos que procuram informações sobre o novo programa. Os apps pode servir como iscas para roubar dados de usuários ou oferecer propaganda e spam. O EXTRA identificou pelo menos oito ferramentas digitais não oficiais, disponíveis na Play Store.

Alguns deles prometem consulta aos valores do benefício e calendários de pagamento atualizados. Para chamar a atenção dos usuários e incentivar que continuem no aplicativo, os programas disparam notificações para o celular. Alguns pedem informações do trabalhador como o Número de Identificação Social (NIS), CPF, número de carteira de trabalho e número do telefone, entre outras informações.

Assim como ocorreu com o auxílio emergencial, quando as vítimas acessam os aplicativos falsos do Auxílio Brasil, os cibercriminosos podem ter acesso aos seus dados pessoais e, em alguns casos, até financeiros.

— De fato, precisa haver uma campanha do governo para auxiliar as pessoas e mostrar os riscos de fraudes. Senão, os vazamentos de dados e os golpes vão continuar — ressalta Erica Brito Bakonyi, pesquisadora do Centro de Tecnologia e Sociedade (CTS) da FGV Direito Rio.

Alessandro Magalhães, gerente de Cyber Security da Mazars, alerta que as pessoas devem desconfiar e checar se estão baixando o aplicativo correto. Segundo ele, é importante não liberar algumas permissões de acesso para evitar que o app colete dados armazenados no celular.

— As pessoas precisam ter uma análise crítica das permissões que os apps exigem para liberar função, como acesso a álbum de fotos pessoais, redes sociais, contatos. São situações em que a pessoa precisa parar para analisar — explica Magalhães.

Qual é o verdadeiro aplicativo do Auxílio Brasil?

Segundo a Caixa Econômica Federal, o benefíciário que já recebe o Bolsa Família não precisa baixar um novo app, porque a transição é automatica. É preciso somente atualizar o sistema já utilizado. Caso ainda não tenha nenhum aplicativo instalado, este é o link correto para baixar a ferramenta oficial.

De acordo com a Caixa, o aplicativo será atualizado para os usuários do Bolsa Família gradativamente, a fim de evitar congestionamento no sistema. Ainda segundo o banco, quem ainda não tiver migrado de aplicativo vai receber o benefício normalmente.

A instituição acrescenta que, se o usuário não conseguir baixar o sistema agora, ele deve "tentar mais tarde", devido ao grande número de acessos.

  • Quando for baixar o aplicativo, verifique qual é o nome do desenvolvedor (o do Auxílio Brasil é a própria Caixa Econômica Federal)
  • O nome correto Auxílio Brasil CAIXA, com um fundo azul e a palavra Brasil com as cores verde e amarela
  • Não insira dados pessoais e financeiros em sites e aplicativos não oficiais
  • Não clique em links recebidos por e-mails, SMS ou mensagens de WhatsApp. Mesmo quando receber mensagens de amigos ou familiares, evite acessar o link
fonte:https://extra.globo.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário