Páginas

Pesquisar este blog


22/11/21

 

ESPETÁCULO: A MORTE DO FUNCIONÁRIO, DE ANTON TCHEKHOV

Dia-18-online-Pres-Venceslau.jpg

Em algum teatro na Rússia do século XIX o oficial de justiça, Ivan Dimitri Tcherbiakov, assiste a ópera “Os Sinos de Corneville”. Num rompante ele espirra e se dá conta que borrifou no pescoço de um senhor sentado à sua frente: general Brizjalov!

Transtornado, Dimitri tenta pedir desculpas e percebe, no olhar do general, um leve desconforto. E a partir desta má impressão tem-se início a busca infindável de uma resposta sincera do general ao mais sincero pedido de desculpas do oficial de justiça.

No conto original, do autor russo Anton Tchekhov, o que está em jogo é a matéria humana, pois evoca a partir de um pequeno espirro uma narrativa singular que traz à tona a discussão e reflexão sobre as instâncias do poder, da ética, da solidão, de certa surdez epidêmica e de uma profunda inquietação e descrença no “outro”.

Nessa versão teatral da Cia. Mênades & Sátiros, o jogo de cena explode as múltiplas leituras da breve história de Tchekhov e aposta na teatralidade como força motriz da narrativa. Dois atores assumem todas as personagens da dramaturgia e o desespero do funcionário russo, por ver numa situação banal o reflexo de todos os seus infortúnios em vida, dá o tom de cada cena. Afinal, até que ponto é possível se humilhar como funcionário para ser aceito como ser-humano?

FICHA TÉCNICA:

Dramaturgia: Cássio Pires, a partir do conto de Anton Tchekhov

Direção: Denilson Biguete

Orientação Programa de Qualificação em Artes: Carlos Canhameiro

Elenco: Felipe Kemp e Thiago Cardoso

Cenário: Denilson Biguete

Figurino: Thiago Cardoso

Iluminação: Luis Progetti

Sonoplastia: Thiago Cardoso

Produção: Cida Camargo

Duração: 60 minutos

Classificação indicativa: a partir de 10 anos.

Gratuito!

Link da apresentação que acontecerá a partir das 20h:

https://youtu.be/7OI6c5i1GFU




Nenhum comentário:

Postar um comentário