Páginas

Pesquisar este blog


15/12/21

Produtos de Natal estão 14,81% mais caros em Presidente Prudente neste ano, aponta pesquisa de preços

Pode ser uma imagem de pão, sobremesa e área interna

— Foto: Divulgação
Sondagem em quatro supermercados comparou os valores dos grupos de panetones, bebidas, carnes e congelados, frutas, enlatados, chocolates e biscoitos.
Por g1 Presidente Prudente
Uma pesquisa comparativa de preços de produtos típicos do período do Natal realizada em quatro supermercados de Presidente Prudente (SP) detectou neste ano um aumento de 14,81% em relação ao levantamento feito em dezembro de 2020.
A sondagem comparou os preços de produtos dos grupos de panetones, bebidas, carnes e congelados, frutas natalinas, enlatados, chocolates e biscoitos.
O grupo de Enlatados apresentou a maior alta nos preços, com aumento de 26,20%. Em destaque, ficou a ameixa em calda, com alta de 31,02%.
A segunda maior alta nos preços ficou com grupo de Panetones, com alta de 16,60%. O panetone com frutas cristalizadas (400g) apresentou elevação de 25,81% e o chocotone (500g) ficou 18,78% mais caro. Em 2020, o panetone com frutas cristalizadas era encontrado por R$ 15,59 e, em 2021, o preço médio subiu para R$ 19,63. Já o chocotone, que no ano passado era encontrado por R$ 23,31, passou para R$ 27,69 em 2021.
O grupo de Bebidas apresentou inflação de 7,53%, com destaque para o champanhe de pêssego (660ml), que teve aumento de 9,71%, e o refrigerante (2l), que sofreu alta de 6,81%. Em 2020, a média de preços do champanhe de pêssego era de R$ 12,29 e, neste ano, subiu para R$ 13,48. Já o refrigerante era encontrado, em média, em 2020, por R$ 7,01, enquanto, em 2021, o preço passou para R$ 7,49.
O grupo de Carnes e Congelados apresentou elevação em seus preços de 12,05%, com destaque para o chester temperado com azeite e ervas, que teve aumento de 33,37%, e a fiesta temperada, que sofreu aumento de 30,70%. O preço do chester temperado com azeite e ervas era encontrado, em 2020, por R$ 20,98 e, em 2021, subiu para R$ 27,98. A fiesta temperada era encontrada em 2020 no valor de R$ 18,73 e, no ano de 2021, passou para R$ 24,48.
O grupo de Frutas Natalinas apresentou inflação de 14,47%. As frutas cristalizadas tiveram aumento em seus preços de 79,26% em relação ao Natal do ano passado e as ameixas secas (sem caroço) sofreram alta de 98,73%. No ano de 2020, as frutas cristalizadas eram encontradas por R$ 12,99 e, em 2021, seu preço médio é de R$ 23,28. As ameixas secas (sem caroço), em 2020, eram encontradas por R$ 37,48 e, em 2021, seu preço médio subiu para R$ 74,48.
Seguindo a tendência de alta, o grupo de Chocolates apresentou aumento em seus preços de 15,82% em relação ao Natal de 2020. O chocolate branco (1kg) teve aumento de 19,72% e o bombom sofreu alta de 12,77%. Em 2020, o preço do chocolate branco (1kg) era de R$ 38,62 e, em 2021, foi encontrado por R$ 46,24. Já a caixa de bombom que em 2020 era encontrada por R$ 8,62, em 2021, tem seu preço médio de R$ 9,72.
A Empresa Júnior Toledo, responsável pela realização do levantamento, orienta os consumidores a pesquisar os preços dos produtos antes de realizar as compras, pois a concorrência entre os estabelecimentos ocasiona acentuada diferença entre os valores cobrados.
Um panetone tradicional (750g) teve diferença de 48,67%, com preços entre R$ 18,49 e R$ 27,49.
Já o panetone com gotas de chocolate ao leite (400g) teve diferença de 44,14%, com preços entre R$ 16,99 e R$ 24,49.

Nenhum comentário:

Postar um comentário